Como criar ‘stickers’ para Telegram (e ganhar dinheiro)

17 de maio de 2017 Aizhan Kazak
Aplicativo de mensagens instantâneas russo permite adicionar adesivos de forma simples. Dois ilustradores relatam como ampliaram seus negócios com app russo.
Telegram stickers
Segundo autora de adesivos, “Telegram pode mostrar sua arte para um público mais amplo, sem a necessidade de fazer investimento financeiro. Além disso, [criar adesivos] é muito divertido” Foto:Brilevske e Zubkova

Konstantin Brilevski decidiu abandonar o curso de arquitetura porque, segundo ele, “não queria fazer o trabalho que os arquitetos costumam fazer”.

Por anos atuou como freelance nas áreas de design gráfico e web design, onde desenvolveu uma série de projetos de ilustração. Para aprimorar sua criatividade, Brilevski lançou um grupo na rede social russa VK, onde postava suas obras baseadas em um personagem preguiçoso, a quem chamou de “Livre de Preocupações”.

“Quando o número de seguidores começou a aumentar, me pediram para criar stickers para o Telegram”, disse Brilevski à Gazeta Russa.

“Foi uma grande repercussão. Eu tinha cerca de 16.000 seguidores no VK, e mais de 200 mil pessoas baixaram o pacote de adesivos para Telegram. Como elas usam para comunicação, os desenhos rapidamente se tornam virais”, explicou.

Já Kátia Zubkova trabalha em projetos de design gráfico há quase 15 anos, e sua marca registrada – um gato que também viralizou no Telegram –  foi criada “bem antes do Telegram ou mesmo de iPhones”.

Antes do sucesso no aplicativo, Zubkova havia realizado duas exposições em São Petersburgo. “Mas os stickers se tornaram uma espécie de campanha publicitária para o meu projeto Meu Gato Imaginário, que só me deixa feliz”, diz.

Seus personagens também podem ser encontrados em cartões postais e ímãs de geladeira à venda em livrarias e lojas de souvenirs em São Petersburgo. Os adesivos para o Telegram “certamente influenciaram as vendas”, garante Zubkova.

Qualquer um pode criar

Ao contrário de outros aplicativos de mensagens com stickers e emoji, como o Whatsapp, o Telegram dispõe de uma comunidade aberta de criadores, e qualquer usuário pode criar seus próprios adesivos.

É relativamente fácil criar “stickers” no Telegram, porque o aplicativo tem uma ferramenta especial que ajuda a adicioná-los ao banco de dados e simplifica todo o processo. Assim, os pacotes também podem ser alterados a qualquer momento.

Usando memes, livros, filmes e arte como inspiração, Brilevski lançou diversos pacotes de adesivos para Telegram em apenas um ano. O mais recente deles, intitulado “Lazy Panda”, abrange o mesmo tema da preguiça do “Livre de Preocupações”, mas usa apenas inglês. Já foi baixado por 1,5 milhão de pessoas.

“Às vezes recebo uma encomenda de novos pacotes de adesivos e então apresento algum novo personagem, normalmente ligado a um tema específico”, diz. Em breve Brilevski planeja agora um pacote com um novo personagem – golfinho inteligente.

Zubkova usa um método diferente. O objetivo principal de seus personagens é “descrever o humor, pensamentos, ideias e atmosfera de São Petersburgo e seu povo”.

Adesivos de Brilevski e Kátia Zubkova disponíveis no Telegram Foto: DivulgaçãoAdesivos de Brilevski e Kátia Zubkova disponíveis no Telegram Foto: Divulgação

“Embora seja muito fácil de desenhar [os adesivos], pode ser difícil encontrar as palavras que não descreverão a cidade com estereótipos. Posso ficar pensando em adesivos que representam a atmosfera de São Petersburgo por semanas”, conta.

Zubkova está trabalhando atualmente em um novo pacote de “stickers” sob o nome de “The Art of Whine” (A Arte de Choramingar, em tradução livre). “Será como ‘The Art of Life’, mas no estilo de São Petersburgo”, explica.

Tanto Zubkova e Brilevski acreditam que o Telegram seja um bom começo para aspirantes a ilustradores e designers, mas alertam: “Há um milhão de stickers no Telegram. Apenas os mais legais serão notados”.

‘Stickers’ que abrem portas

Embora Zubkova já fosse bem conhecida graças ao projeto “Meu Gato Imaginário”, os adesivos contribuíram para a popularidade de seu personagem também fora do app.

Recentemente participou de um projeto dedicado ao Dia das Crianças com o gigante russo Mail.ru. Além dos produtos já citados, seus gatos também aparecem em vários anúncios no café Ukrop, em São Petersburgo.

Brilevski vem realizando palestras em feiras de mídias digitais em São Petersburgo e Moscou e vende seus próprios produtos sob a marca “Livre de Preocupações”, além de colaborar com uma cervejaria artesanal local.

De acordo com o diretor criativo do Telegram, Andrêi Iakovenko, mais de 50 artistas ganharam, no total, US$ 450 mil com o app durante a primavera e o verão de 2016.

O “sticker” tem preço inicial de US$ 80, mais bônus dependendo da popularidade.

O aplicativo de mensagens instantâneas Telegram foi lançado em 2013 pelos irmãos e  empresários Nikolai e Pável Durov, também fundadores da maior rede social russa, o VKontakte, ou VK (hoje com mais 420 milhões de usuários).

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook