Brics reiteram compromisso com Acordo de Paris

23 de junho de 2017 Pável Rítsar
Em reunião na China, ministros do Meio Ambiente dos países-membros do Brics reafirmam respeito a tratados internacionais para refrear mudanças climáticas. Recentemente, governo americano anunciou sua retirada de Acordo de Paris.
Países assinaram memorando de entendimento em proteção ambiental Foto:Getty Images/Fotobank

Os países-membros do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) confirmaram seu compromisso com o Acordo de Paris sobre o clima em uma reunião na cidade norte-chinesa de Tianjin nesta sexta-feira (23).

“Os participantes do encontro declararam que continuariam a observar as disposições do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas”, disse Nuritdin Inamov, do Ministério dos Recursos Naturais russo, ao comentar os resultados da 3ª reunião entre ministros do Meio Ambiente do Brics.

O anúncio soou como um contraponto à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar seu país do Acordo de Paris, anunciada em junho. Esse tratado prevê esforços para impedir aumento da temperatura do planeta em mais de 2ºC.

“Como os participantes são ministros e outras autoridades públicas do Brics encarregadas de questões ambientais, a assinatura de uma declaração conjunta desse tipo envia um sinal claro ao mundo inteiro”, acrescentou o russo.

O evento também resultou na assinatura de um memorando de entendimento interinstitucional na área de proteção ambiental.

O documento descreve várias áreas de cooperação, entre elas iniciativas para melhorar a qualidade do ar e da água, preservar a diversidade biológica, combater as mudanças climáticas, gerir o desperdício e implantar um programa de desenvolvimento sustentável, entre outras questões de interesse mútuo.

“O primeiro parágrafo [da declaração] afirma que reiteramos nosso compromisso com o Acordo de Paris. Os Estados do Brics desempenham um papel importante na economia global e declaram sua necessidade de continuar seu trabalho na implementação de acordos relevantes em escala global”, disse Inamov.

Embora os países do Brics estejam em etapas diferentes do processo de implantação do Acordo de Paris – em todos eles, o acordo já entrou em vigor, exceto na Rússia, onde foi aprovado, mas aguarda ratificação –, “há um apoio explícito ao Acordo de Paris, aos acordos adotados pela 70ª sessão da ONU sobre desenvolvimento sustentável”.

A 3ª reunião ministerial do Brics sobre proteção ambiental se encerra nesta sexta-feira. O principal objetivo do evento foi intensificar o esforço internacional contra as mudanças climáticas globais e garantir a continuidade na implementação de acordos ambientais multilaterais, como o Protocolo de Kyoto e o Acordo de Paris.

O ministro russo da Ecologia, Serguêi Donskoi, não participou da reunião “por causa de sua agenda atribulada”, segundo justificou à imprensa.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook