Neste dia: O submarino nuclear K-431 sofria acidente

10 de agosto de 2017 Irina Sidorova
Embarcação explodiu durante reabastecimento na baía de Tchajma em 1985. Desastre foi mantido em segredo por anos.
K-431 Echo-II submarine
Acidente foi mantido em segredo por muitos anos depois, e a área passou a ser um local de despejo de lixo nuclear da marinha soviética. Foto:US Navy

Em 10 de agosto de 1985, um ano antes do desastre de Tchernóbil, a explosão de um reator ocorreu na baía de Tchajma, no Extremo Oriente Russo.

O reator nuclear do submarino Eco-II K-431 estava sendo aberto quando uma onda gerada por um torpedeiro próximo balançou o navio e fez com que  o combustível fosse expelido.

Isso, junto a erros humanos causaram uma massa crítica automática que levou a uma reação em cadeia. Uma explosão causou a liberação de radioatividade na baía de Tchajma.

Mais de 290 pessoas foram atingidas. O acidente foi mantido em segredo por muitos anos depois, e a área passou a ser um local de despejo de lixo nuclear da marinha soviética. 

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook