Cosmonautas roncam? Veja curiosidades sobre a vida no espaço

De salário a dieta, saiba como vivem homens e mulheres em órbita.

Fotografia da costa australiana feita pelo cosmonauta Oleg Artêmiev Foto: Oleg Artêmiev/RoscosmosFotografia da costa australiana feita pelo cosmonauta Oleg Artêmiev Foto: Oleg Artêmiev/Roscosmos

Iúri Gagárin, o primeiro homem a ir para o espaço tinha dois salários: um como piloto militar e outro como cosmonauta. Este último salário foi pago uma única vez, de acordo com as horas que ele passou no espaço. Por ter completado seu primeiro voo espacial, o russo Gagárin ganhou diversos presentes: um apartamento, um automóvel Volga, uma coleção de roupas e muitas outras coisas. A primeira mulher a viajar para o espaço, Valentina Terechkova, também ganhou um apartamento, além de roupas, sapatos, bolsas e acessórios.

Salários terrestres e espaciais

O cosmonauta Mikhail Kornienko limpa uma porta da Estação Espacial Internacional. Foto: RoscosmosO cosmonauta Mikhail Kornienko limpa uma porta da Estação Espacial Internacional. Foto: Roscosmos

A tradição de pagar salários diferentes para o “céu” e a “terra” continua até hoje. Os cosmonautas russos geralmente são militares de primeiro escalão e pilotos de teste civis, e o governo paga por seu trabalho “terrestre” um valor que variam entre US$ 1.500 e US$ 2.500 por mês. Eles também recebem pagamentos adicionais por ano de serviço e quantidade de voos, além de bônus governamentais, que podem aumentar o salário entre 40% e 140%. Pelo tempo passado no espaço os cosmonautas recebem cerca de US$ 25 mil por mês.

Os astronautas da NASA, agência espacial norte-americana, em comparação, recebem anualmente entre US$ 66 mil e US$ 155 mil por seu trabalho na Terra, dependendo do nível de qualificação. O salário recebido “em órbita” é mais alto, podendo chegar a US$ 170 mil por ano.

Um ano de tormento

Trajes espaciais são inspecionados antes que o astronauta norte-americano Christopher Cassidy e os cosmonautas russos Pável Vinográdov e Aleksandr Missúrkin participem de treinamento em um simulador no centro espacial de Star City, próximo a Moscou. Foto: ReutersTrajes espaciais são inspecionados antes que o astronauta norte-americano Christopher Cassidy e os cosmonautas russos Pável Vinográdov e Aleksandr Missúrkin participem de treinamento em um simulador no centro espacial de Star City, próximo a Moscou. Foto: Reuters

Os cosmonautas são selecionados para o trabalho de acordo com sua altura e suas características psicológicas. Geralmente têm baixa estatura, porque o tamanho menor significa menor consumo de combustível.

As preparações para a missão no espaço não levam muito tempo, e os cosmonautas geralmente são escolhidos entre pilotos militares, que já têm uma excelente forma física. O grande stress do trabalho como piloto de testes já exige uma grande preparação.

“Acredito que, se for necessário, você pode preparar um cosmonauta em poucos meses. Também depende das tarefas que ele ou ela irá desempenhar na aeronave”, disse Musa Manarov, lendário cosmonauta da Rússia e da União Soviética.

Churrasco no espaço

 Uma equipe inteira trabalha apenas para produzir alimentos para os cosmonautas. Foto: RIA Nóvosti Uma equipe inteira trabalha apenas para produzir alimentos para os cosmonautas. Foto: RIA Nóvosti

Os cosmonautas russos não seguem uma dieta especial, mas o Centro de Controle de Voo é bastante rigoroso em relação à nutrição. Antes de enviar um homem para o espaço, os funcionários e médicos do centro estudam suas preferências alimentares, preparam um cardápio balanceado e enviam para os chefs responsáveis. Uma equipe inteira trabalha apenas para produzir alimentos para os astronautas. O cardápio é diversificado e inclui borsch (sopa de beterraba típica da Rússia e do leste europeu) e churrasco. A dieta também traz alimentos obrigatórios para suprir vitaminas e minerais necessários para a saúde.

Na órbita terrestre, o amanhecer e o pôr do sol acontecem a cada 90 minutos, o que significa que em um dia um cosmonauta vê o sol nascer 16 vezes. Mas eles seguem o horário da Terra para não atrapalhar seus ritmos biológicos e evitar a insônia. Uma curiosidade: por conta da gravidade zero, os cosmonautas não roncam.

Carreira ou voo passageiro?

Em 2013, Pável Vinográdov comemorou seu 60º aniversário no espaço. Foto: Ramil Sitdikov/RIA NóvostiEm 2013, Pável Vinográdov comemorou seu 60º aniversário no espaço. Foto: Ramil Sitdikov/RIA Nóvosti

Poucos cosmonautas fizeram voos espaciais diversas vezes, e a maioria deles se limitou a um ou dois voos. A idade ideal de um astronauta é entre 32 e 38 anos, mas já houve casos de cosmonautas que voaram em idade muito mais avançada. Em 2013, Pável Vinográdov comemorou seu 60º aniversário no espaço, e o astronauta norte-americano John Glenn tinha 77 anos quando foi ao espaço pela última vez.

O cosmonauta russo Valéri Poliakov detém o recorde de mais dias passados em órbita. Ele passou 438 dias na estação espacial Mir.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook