Pútin pede que Guarda Nacional garanta segurança na Copa de 2018

28 de março de 2017 Ígor Rôzin, Gazeta Russa
Em formação, órgão independente se encarregará desde defesa civil a combate ao terror.
Centro de recrutamento de voluntários para a Copa, em Kazan Foto:Maksim Bogodvid/RIA Nôvosti

O presidente da Rússia, Vladímir Pútin, solicitou à Guarda Nacional da Rússia que garanta a segurança na Copa do Mundo de 2018. O torneio será realizado em onze cidades distribuídas pelas diversas regiões do país.

“O trabalho para garantir a segurança na próxima Copa do Mundo e Copa das Confederações vai exigir muitos esforços”, disse Pútin na segunda-feira (27), em uma reunião com o comando da Guarda Nacional. Segundo ele, a estrutura deverá “prestar atenção especial a isso”.

O presidente ressaltou que a formação da Guarda Nacional da Rússia avança com dinamismo e em conformidade com o cronograma definido.

“A nova agência federal está sendo formada conforme o cronograma. Gostaria de agradecer por isso; o trabalho prossegue em seu devido ritmo e qualidade”, disse.

Pútin também aproveitou o ensejo para felicitar os oficiais sênior da Guarda Nacional pelo Dia das Tropas da Guarda Nacional.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook