Foto que mostra assassino de embaixador russo vence World Press Photo

13 de fevereiro de 2017 Pável Rítsar, Gazeta Russa
Durante cerimônia, autor de fotografia relatou medo, mas necessidade de representar a classe dos jornalistas. Segundo júri, foto representa o “ódio dos nossos tempos”.
Ozbilici (dir.) é fotógrafo contratado da The Associated Press baseado em Istambul Foto:AP

Uma imagem feito pelo fotógrafo turco Burhan Ozbilici no momento do assassinato do embaixador russo na Turquia, Andrêi Karlov, em dezembro passado, venceu a 60ª edição do World Press Photo, um dos principais prêmios de fotojornalismo do mundo.

Os vencedores foram anunciados pela Fundação World Press Photo em Amsterdã, na Holanda, nesta segunda-feira (13).

A foto mostra Mevlut Mert Altintas, um policial afastado de 22 anos, segundos depois de ter disparado contra o diplomata russo em uma exposição de artes em Ancara.

“Foi um momento muito difícil”, disse Ozbilici na cerimônia. “Mas meu primeiro sentimento foi: sou jornalista, estou representando o jornalismo independente, não apenas a minha empresa, então tenho que ficar, tenho que fazer meu trabalho. Talvez eu morresse, me ferisse, mas deixaria para trás um bom registro”, continuou.

Imagem registra expressão do assassino do embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov (Foto: Burhan Ozbilici/AP)Imagem registra expressão do assassino do embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov (Foto: Burhan Ozbilici/AP)

Segundo May Calvert, membro do júri, foi uma decisão muito difícil, “mas no final sentimos que a foto do ano foi uma imagem explosiva que realmente expressa o ódio dos nossos tempos”.

“Neste momento vejo o mundo marchar em direção ao abismo. Esse homem claramente atingiu um ponto de ruptura e sua intenção é assassinar alguém que ele realmente culpa, um país que ele culpa, pelo que está acontecendo em outro lugar na região. Sinto que o que está acontecendo na Europa, o que está acontecendo dos EUA, o que está acontecendo no Extremo Oriente, Oriente Médio, Síria, e esta imagem para mim fala disso. É a face do ódio”, disse João Silva, outro membro do júri.

O concurso de 2017 atraiu inscrições de 5.034 fotógrafos de 125 países. O júri concedeu prêmios em oito categorias a 45 fotógrafos de 25 países. Para saber mais sobre os vencedores, visite o site da World Press Photo.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook