Pútin manifesta condolências por Chapecoense

29 de novembro de 2016 Maria Azálina, Gazeta Russa
União Russa do Futebol e Kuban, que negociou jogador neste ano com clube catarinense, também emitiram comunicados em homenagem a equipe vitimada em acidente aéreo.
plane  crash Chapecoense team
Funcionários do resgate carregam sobrevivente do acidente com time catarinense na Colômbia nesta madrugada. Foto:AP

O presidente russo Vladímir Pútin expressou condolências a seu homólogo, Michel Temer, devido ao acidente ocorrido na madrugada desta terça-feira (29) com avião que levava o time de futebol Chapecoense.

"Em telegrama de condolências, o chefe de Estado russo apresentou seus sentimentos e apoio aos familiares e próximos às vítimas, assim como os desejos de uma recuperação rápida dos sobreviventes", lê-se em comunicado do Kremlin.

Até então, foram reportados 75 mortos e 6 sobreviventes, entre esses, três jogadores do time.

O time rumava a Medellin em voo da empresa boliviana Lamia. A aeronave levava 9 tripulantes e 72 passageiros, entre eles também jornalistas da Globo, da RBS, da Fox TV e de algumas rádios.

A União Russa do Futebol também apresentou condolências.

"A União Russa do Futebol manifesta profundas condolências a todos os familiares e próximos das vítimas desse desastre aéreo. Eles estarão eternamente em nossa memória", lê-se em comunicado da organização.

Kuban

A equipe do Kuban também se expressou sobre o ocorrido. O time esteve em negociações recentemente com o Chapecoense, com a transferência, em janeiro, do lateral direito brasileiro Apodi para o clube russo.

"O clube de futebol Kuban manifesta suas condolências a todos os familiares e próximos dos jogadores, treinadores e funcionários, assim como aos torcedores do clube 'Chapecoense' em relação à queda do avião que levava a equipe brasileira", lê-se em comunicado divulgado pelo "Kuban".

Apodi, no momento, joga pelo Sport Club do Recife. Com contrato de dois anos com o clube russo, o lateral está de volta ao Brasil emprestado.

Com os jornais Rossiyskaya Gazeta e Sport Ekspress e a agência Ria Nôvosti.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook