Turquia se recusa a reconsiderar posicionamento sobre Crimeia

10 de janeiro de 2017 Ígor Rôzin, Gazeta Russa
Cooperação com a Rússia não implica revisão do posicionamento turco sobre a Ucrânia, segundo ministro das Relações Exteriores turco.
Cavusoglu: “Apoiamos a integridade territorial da Ucrânia e da Geórgia” Foto:Reuters

Embora o diálogo com a Rússia permita contribuir para a resolução de diversos conflitos, a cooperação com Moscou não significa que o governo de Ancara irá revisar seu posicionamento em relação a Ucrânia e Geórgia.

A declaração foi feita pelo ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, durante uma conferência com embaixadores em Ancara na segunda-feira (9).

“Nós apoiamos a integridade territorial da Ucrânia e da Geórgia, não reconhecemos a anexação de terras ucranianas”, disse Cavusoglu, citado pela agência russa Interfax.

Uma delegação de políticos e representantes de círculos empresariais da Turquia visitou a península da Crimeia em novembro passado. Na ocasião, o chefe do grupo classificou os relatos sobre perseguição a tártaros crimeanos como “mentira”.

“As pessoas aqui podem exercer plenamente seu direito à religião, podem falar sua língua nativa; as pessoas estão satisfeitas com suas vidas”, disse o representante turco, acrescentando que “a vontade dos moradores da Crimeia, tal como expressa no referendo de março de 2014, deve ser respeitada”.

Após a visita à península, o governo de Kiev abriu um processo criminal contra os membros da delegação turca que haviam estado na Crimeia.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook