Ministro do Desenvolvimento Econômico russo é preso

15 de novembro de 2016 Vassíli Krilov, Gazeta Russa
Propina de US$ 2 milhões foi exigida para liberar transação de venda de ações entre petrolíferas estatais. Aleksêi Uliukaev poderá pegar de 8 a 15 anos de prisão.
Ulikaev é acusado de extorquir e ameaçar executivos da Rosneft Foto:Mikhail Klimentiev/RIA Nôvosti

O ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Aleksêi Uliukaev, foi detido pelo Comitê de Investigação acusado de receber suborno de 2 milhões de dólares na venda de ações entre petrolíferas estatais, informou o órgão nesta terça-feira (15).

Segundo comunicado, o ministro foi flagrado ao receber o montante, nesta segunda (14), definido como condição para aprovar a aquisição de 50% pela maior petrolífera estatal do país, Rosneft, das ações da também estatal Bashneft.

“Uliukaev foi preso quando aceitava suborno. Ele é acusado de extorsão e ameaças aos executivos da Rosneft”, disse a porta-voz do Comitê, Svetlana Petrenko, citada pela agência de notícias Ria Nôvosti.

Uliukaev vinha sendo monitorado há mais de um ano pelo Serviço Federal de Segurança (FSB) e poderá pegar uma pena de 8 a 15 anos de prisão.

O porta-voz do Kremlin, Dmítri Peskov, afirmou que Uliukaev enfrenta acusações “muito sérias” que “devem ser respaldadas por provas concretas”, acrescentando que “apenas o tribunal poderá decidir”.

Pútin discutiu o caso de Uliukaev com o primeiro-ministro russo Dmítri Medvedev, que declarou ser “necessário realizar uma investigação mais ampla e profunda”.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?    
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook