Victor Akhlomov_TOP Easter paintings Old Moscow vs new Moscow BoogelWoogel alpine carnival Yevgeny Khaldei Moscow renovation Dog disabilities
Desfile de biquínis esquenta o clima nas montanhas nevadas de Sôtchi 40 anos do Niva, o soviético que rodou o mundo; veja fotos

Imagens icônicas da Segunda Guerra são tema de exposição

Confira os destaques de mostra sobre o famoso fotógrafo Evguêni Khaldei em Moscou.
De Oleg Krasnov, Gazeta Russa

Bandeira da Vitória sobre o Reichstag, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouBandeira da Vitória sobre o Reichstag, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Recém-aberta em Moscou, uma retrospectiva do famoso fotojornalista russo Evguêni Khaldei traz 200 imagens que traçam a história soviética desde os primeiros dias da Segunda Guerra Mundial até a vida cotidiana nos anos 1970 e 1980.

As fotos tiradas pelo fotógrafo mais ilustre da Rússia, que, entre diversos títulos, recebeu o título de o título de cavaleiro da Ordem de Artes e Letras, na França, em 1995, foram publicadas em jornais e revistas ao redor do mundo. Naquele mesmo ano, em que era celebrado o 50º da vitória soviética sobre a Alemanha nazista, suas fotos tiveram um número recorde de reimpressões em diversos países.

Nascido em 1916, Khaldei aprendeu sozinho a fotografar. Aos 14 anos, começou a atuar como fotógrafo em uma fábrica local, e, dois anos depois, acabou sendo convidado para trabalhar para o jornal “Trabalhador Estalinista”.

No verão de 1937, o jovem fotógrafo se juntou à equipe da TASS, a principal agência de notícias soviética, e lá produziu sessões por toda a URSS. Quando a Segunda Guerra foi deflagrada, passou a trabalhar para várias publicações e exerceu a função de professor.

Ao longo dos anos seguintes, Khaldei realizou exposições individuais na Europa e nos Estados Unidos. A atual mostra em Moscou celebra os 100 anos de seu nascimento.

A exposição ficará em carta no Museu de Arte Multimídia até 6 de junho.

Partida de futebol entre pilotos soviéticos e britânicos, no Ártico (1942). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouPartida de futebol entre pilotos soviéticos e britânicos, no Ártico (1942). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Almoço em jardim de infância à beira- mar, em Sevastopol (1944). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouAlmoço em jardim de infância à beira- mar, em Sevastopol (1944). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Padre Lomakin em frente à Catedral de Santo Isaac, em Leningrado, a atual São Petersburgo (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouPadre Lomakin em frente à Catedral de Santo Isaac, em Leningrado, a atual São Petersburgo (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

“Por que estamos lutando?”, pergunta um cego, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou“Por que estamos lutando?”, pergunta um cego, em Berlim (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Quepes dos participantes da Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945) / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouQuepes dos participantes da Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945) / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Conferência de Potsdam, na Alemanha (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouConferência de Potsdam, na Alemanha (1945). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Criminosos de guerra nos julgamentos de Nuremberg, na Alemanha (1946). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouCriminosos de guerra nos julgamentos de Nuremberg, na Alemanha (1946). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Manhã em Moscou (1956). / Foto: Museu de Arte Multimídia de MoscouManhã em Moscou (1956). / Foto: Museu de Arte Multimídia de Moscou

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

8 de abril de 2017
Tags: fotógrafo, exposição, soviético

leia mais

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook