Ivana Kupala Zenit Arena Stadium celeryinstagram
A beleza das casas de madeira em extinção Custo de estádios para Copa de 2018 ultrapassa os US$ 2 bi

Noite de Ivan Kupala marca a entrada do verão na Rússia

Veja fotos tiradas durante celebração pagã realizada na semana passada em Kaluga.
De Ksênia Issáeva, Gazeta Russa
Ivana Kupala
Desça a página para ver mais

Ekaterina Mamontova

Ivan Kupala é uma festa tradicional eslava. Atualmente na Rússia, há duas maneiras de celebrá-la: uma é realizada por grupos religiosos pagãos não oficiais, no final de junho, quando as noites são mais curtas, e a outra é mantida na noite do dia 6 para 7 de julho, conforme o calendário juliano. Esta última é, inclusive, sancionada pela Igreja Ortodoxa Russa.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

Ambos os solstícios de verão incluem inúmeros rituais eslavas de união do fogo com a água. A data é celebrada não só na Rússia, como também na Bielorrússia, Polônia, Lituânia, Letônia e Ucrânia, durante os dias do solstício de verão.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

Neste feriado, como as pessoas dizem, a água pode se tornar uma “amiga” do fogo, e esta união deve ser resultante de um poder natural.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

A característica mais marcante da noite de Ivan Kupala é a presença da fogueira purificadora. Desde os tempos remotos, as pessoas costumam dançar em volta das fogueiras e saltar sobre elas: aquele que pular a labareda mais alta é considerado a pessoa mais feliz.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

Em algumas regiões, as pessoas conduziam seu gado através desses fogaréus para protegê-lo de doenças. Mães também queimavam as roupas dos filhos doentes para, assim, afastar os males.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

Os camponeses acreditavam que, na noite de Ivan Kupala (a mais curta do ano), não se deve dormir, porque todos os espíritos malignos estão despertos – bruxas, lobisomens, sereias, cobras, feiticeiros e espíritos da floresta.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

No universo das flores, a samambaia estava ligado a lendas sobre tesouros. Graças às flores da samambaia, que florescem por alguns instantes na meia-noite do Dia de Ivan Kupala, todos os tesouros poderiam ser vistos, não importa o quão profundamente estivessem enterrados.
Ivana Kupala

Ekaterina Mamontova

Na Rússia pré-revolução, o Dia de Ivan Kupala era o feriado mais importante do ano, e praticamente todo mundo participava dessa festa. Eram também importante que cada pessoa fosse um participante ativo em todas as cerimônias e rituais.
6 de julho de 2016
Tags: festa, verão, tradições, espírito

leia mais

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook