País facilitará procedimentos para pequenas empresas estrangeiras

Até 90 mil empreendimentos poderão ser beneficiados pelo governo russo.
agricultural sector
Pequenas empresas receberão benefícios para compra de instalações, subsídios fiscais etc. Foto:Denis Abramov/TASS

Pequenas e médias empresas com mais de 49% de participação estrangeira poderão pedir ajuda estatal na Rússia, de acordo com novo projeto de lei preparado pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico da Rússia.

Empresas com até 200 empregados e lucro anual de até 2 bilhões de rublos (US$ 31,4 milhões) receberão benefícios para compra de instalações, subsídios fiscais, empréstimos em condições favoráveis e estarão isentas de inspeções periódicas.

"É um grande passo para o desenvolvimento de pequenas e médias empresas. Estou convencido de que essa iniciativa vai estimular a atividade empresarial e levar ao registo de novas empresas estrangeiras no mercado russo", diz o professor do Instituto de Negócios da Academia Presidencial de Economia Nacional e Administração Pública, Emil Martirosian.

Cerca de 103 mil empresas estrangeiras operam hoje na Rússia, 89 mil das quais com participação estrangeira superior a 49%, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Econômico.

A iniciativa do Ministério deve estimular investimentos e desempenhar papel muito importante no ambiente macroeconômico, segundo o analista consultoria Finam, Timur Nigmatúllin.

"Os investimentos em capital fixo caíram nos últimos dois anos. Em 2015, eles diminuíram 8,4%, e, durante os primeiros 9 meses de 2016, caíram mais 4,3%”, afirma. 

Para ele, as empresas do setor agrícola serão os principais beneficiários da nova lei.

“No primeiro semestre de 2016 o aumento desse setor foi de 1,5%, enquanto o PIB do país caiu 0,9%", completa.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook