Primeira parte de Phoenix estará pronta em 2025

28 de novembro de 2016 ITAR-TASS
Foguete superpesado auxiliará na construção de estação de pesquisas na Lua.
Rússia poderá ter estação de pesquisas na Lua. Foto:NASA

O vice-premiê Dmítri Rogôzin anunciou nesta segunda-feira (28) que a Rússia começou a desenvolver um novo foguete espacial.

"Seguindo ordens do presidente, começamos a desenvolver um foguete superpesado que poderá levar grandes cargas. Isso permitirá começar a construção de uma estação de pesquisa lunar a distância ou habitada", disse Rogôzin.

O projeto para a criação de foguetes da classe superpesada Phoenix foi aprovado no segundo semestre de 2014.

Mas, no primeiro semestre de 2015, o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Ígor Komarov, anunciou que o desenvolvimento do projeto havia sido congelado.

Rogôzin declarou anteriormente que a Rússia não possuía naves espaciais que necessitassem de foguetes superpesados.

Após a produção do Phoenix, porém, o país poderá começar a desenvolver naves de uma categoria mais pesada.

Com a agência de notícias Tass

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook