Rosneft iniciará perfuração na Bacia do Solimões

25 de novembro de 2016 Ígor Rôzin, Gazeta Russa
Objetivo de petrolífera russa é obter informações geológicas e confirmar potencial de exploração de hidrocarbonetos.
Gigante russa do petróleo e do gás adquiriu em maio pacote de ações de projeto brasileiro e deve obter status de operadora, caso transação seja aprovada pela ANP. Foto: Getty Images/Fotobank
Acordo da filial brasileira da Rosneft foi assinado com a Petrobras em 2014.

A filial brasileira da gigante russa do petróleo Rosneft e o conglomerado industrial brasileiro Queiroz Galvão e Gás assinaram um contrato para aluguel de equipamento para perfuração de superfície e serviços relacionados, de acordo com comunicado da primeira à imprensa.

De acordo com o texto, a Rosneft pretende iniciar a perfuração da Bacia do Solimões em 9 de janeiro de 2017.

Os serviços de gestão integrada do processo de perfuração na Bacia do Solimões serão oferecidos pela maior prestadora de serviços petrolíferos do mundo, a Schlumberger, juntamente com a Queiroz Galvão.

A Rosneft Brasil pretende perfurar pelo menos dois poços no Solimões. O objetivo da perfuração é a obtenção de informações geológicas e a confirmação do potencial de exploração de hidrocarbonetos no local.

O projeto Solimões inclui 18 áreas licenciadas de 37 mil metros quadrados, com 11 depósitos de hidrocarbonetos abertos.

De acordo com avaliação da corporação DeGolyer and MacNaughton, as reservas das jazidas ultrapassam os 666 milhões de barris de equivalente de petróleo tipo C3 (95% dos recursos são gás natural).

Os recursos de petróleo potenciais chegam a 371 milhões de barris, e de gás natural, a 1,2 bilhão de barris de equivalente de petróleo.

A filial da Rosneft no Brasil assinou acordo com a Petrobras sobre a monetização de gás na Bacia do Solimões em 2014.

Com a agência de notícias Tass

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook