Após meses de negociações, Brasil inicia importação de pescado russo

11 de outubro de 2016 Ígor Rôzin, Gazeta Russa
Três companhias russas receberam autorização brasileira para abastecer o mercado local; outras três ainda precisarão corrigir falhas identificadas na inspeção.
Fish undergoes primary processing in third country in bid to bypass ban. Source: Reuters
Carne marmorizada e trigo estão na esteira da abertura do mercado brasileiro.

Três companhias russas já receberam autorização para abastecer o Brasil com pescados, de acordo com comunicado divulgado pelo Rosselkhoznadzor (serviço fitossanitário russo) na segunda-feira (10), após encontro com o secretário-executivo do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento brasileiro, Eumar Roberto Novacki.

Três outras empresas devem receber autorização após corrigirem falhas identificadas na inspeção brasileira.

Além disso, o Brasil receberá uma nova lista de empresas russas de processamento de pescados interessadas em exportar ao país.

Novacki garantiu ao secretário do Rosselkhoznadzor, Evguêni Nepolonov, que a inspeção dessas plantas será realizada em breve.

O brasileiro afirmou ainda que oferecerá assistência na resolução de questões relacionadas à abertura do mercado brasileiro a produtores russos de carne de boi marmorizada de alta qualidade e de trigo, de acordo com o documento divulgado.

Anteriormente, a secretária de relações internacionais do Ministério da Agricultura brasileiro, Tatiana Palermo, informou à Tass que o Brasil estava interessado na importação de alguns tipos de gêneros alimentícios russos, entre eles grãos e pescados, especialmente bacalhau.

No momento, a demanda interna brasileira de trigo está entre as 11e 12 milhões de toneladas ao ano. O país produz entre 6 e 7 milhões de toneladas.

Com informações da agência de notícias Tass e do portal Lenta.ru.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook