Cogumelos que matam, mas são uma delícia; veja receita

4 de fevereiro de 2017 Pável Rítsar, Gazeta Russa
Conhecido em russo como mukhomôri (o cogumelo mortal cicuta verde), esse quitute faz a alegria da criançada russa desde a época soviética – e é totalmente seguro!
Criatividade era dos principais ingredientes durante a URSS Foto:Shutterstock/Legion-Media

Na época soviética, as mães costumavam usar alguns dotes artísticos quando cozinhavam para os filhos, mesmo que as receitas fossem simples. Uma tigela de mingau, por exemplo, ficava mais atraente quando decorada com uma carinha sorridente feita de geleia caseira. Ou a imagem de um porquinho caminhando na floresta, usando com línguas e várias ervas e legumes do jardim de casa.

As receitas em si não exigiam muito tempo ou habilidade – apenas um pouco de inspiração. Além de estimulantes para o paladar infantil, as crianças queriam tanto para ajudar a preparar esses pratos divertidos.

Mukhomôri, conhecida em português comi cicuta verde (uma espécie de cogumelo altamente venenoso que pode causar a morte se consumido), é uma das receitas favoritas da infância de muita gente que cresceu naquela época. Mas calma: o prato parece, mas não tem nada a ver coma cicuta; trata-se, na verdade, de ovo cozido e tomates montados na forma do venenoso cogumelo. Os ingredientes são simples, e a maioria poderia ser facilmente cultivada em hortinhas em casa.

Devido ao brilho e originalidade, os mukhomôri também eram – e são – ideais para festas infantis. Pelo que mostra a história, eles não duram muito tempo na mesa. Os ovos que constituem a base do cogumelo podem ser também recheados, o que torna o quitute ainda mais saboroso e versátil.

Ingredientes (para duas porções de mukhomôri, isto é, quatro cogumelos)

  • 4 ovos
  • 2 tomates pequenos (pouco maior do que os tomates cereja)
  • 1 dente de alho
  • 50 g de queijo
  • 3 colheres de chá de maionese
  • 1 pitada de sal
  • 1 punhado de endro
  • 1 punhado de salsinha
  • 1 punhado de cebolinha picada

Modo de preparo

1. Ferva os ovos e, em seguida, coloque-os em uma panela com água fria. Depois de dois minutos, tire as casas e cortes as pontas superiores e inferiores dos ovos para que possam ficar na posição vertical. Remova as gemas, mantendo o formato dos ovos.

2. Para o recheio, pique o dente de alho e misture-o com o queijo, as gemas e a maionese, adicionando uma pitada de sal. Também vale a pena acrescentar um pouco de endro picado.

3. Recheie as claras e posicione os ovos em uma travessa.

4. Corte cada tomate ao meio para que se tornem as “tampas” dos cogumelos, e coloque-as sobre as hastes de ovo.

5. Faça pintinhas de maionese sobre a pele do tomate. Para isso, basta usar as pontas de um garfo ou um palito de dente.

6. Decore o resto do prato com endro, salsinha e cebolinha. Mas, se preferir, pode usar outras ervas de seu gosto (assim como a mistura do recheio).

Priátnogo appetita!

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook