‘Salada russa’ para adicionar tradição à ceia de Ano Novo

Os preparativos para o Ano Novo estão a todo vapor na Rússia e, é claro, não poderia faltar o prato mais popular nessas festas de inverno no país – a salada Olivier, aqui no Brasil conhecida como sala russa. Aprenda conosco a prepará-la.
Salada típica data de 1860 e resiste como tradição até os dias de hoje Foto: Lori/Legion Media

As gerações mais novas podem até pensar que o nome dessa salada vêm do famoso chef britânico Jamie Oliver, mas as raízes desse prato são muito mais profundas.

A versão original da salada foi inventada na década de 1860 pelo belga Lucien Olivier, então chef do Hermitage, um dos restaurantes mais célebres de Moscou.

A Salada Olivier rapidamente se tornou muito popular entre os frequentadores do Hermitage e virou o carro-chefe do restaurante. A receita exata – sobretudo do molho – era um segredo guardado a sete chaves, mas sabia-se que a salada continha grouse, língua de vitela, caviar, alface, caudas de lagostas, alcaparras e pato fumado (ainda que também fosse possível variar os ingredientes conforme a estação).

Já o molho original Olivier, era um tipo de maionese feita com vinagre de vinho francês, mostarda e azeite provençal, com pequenas variações e toques secretos.

Hoje em dia, a salada Olivier é um prato tradicional preparado com batatas cortadas em cubos, legumes, ovos e, às vezes presunto, com um molho à base de maionese.

No mundo inteiro, o prato é comumente conhecido como “salada russa”, embora esta expressão possa também ser confundida com o que conhecemos como vinagrete.

Além disso, em muitas comunidades russófonas, assim como no próprio país, a salada se tornou um dos principais pratos servidos durante as celebrações de Ano Novo.

Ingredientes

4 batatas

2 cenouras

3 ovos

200 gramas de ervilhas

7 picles

1 cebola

300 gramas de salsicha defumada

Maionese a gosto (se preferir, tempere-a)

Modo de preparo

1) Ferva os legumes e ovos. Tire os ovos após 10 minutos de fervura e mergulhe-os em água fria. Também é importante não ferver demais os legumes; eles devem estar macios, porém sem desmanchar, para fatiar e adicioná-los à salada depois;

2) Lave todos os vegetais e ovos fervidos, e corte-os em cubos pequenos;

3) Antes de cortar os picles, é preciso espremê-los para retirar a água;

4) Acrescente as ervilhas por último;

5) Cubra todos os ingredientes com uma boa porção de maionese.

Priátnogo appetita!

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook