Toma-lá-dá-cá erudito

12 de outubro de 2015 Marina Darmaros, Gazeta Russa
Formado pelo Conservatório Rímski Korssakov, em São Petersburgo, músico brasileiro dirige uma jovem pianista russa de apenas sete anos, mas já com desenvolvido talento no piano.
Calixto
Em Ufá o pianista esteve maio como solista da Orquestra Nacional da República da Bachquíria. Foto:Arquivo pessoal

Doutor em performance no piano pelo Conservatório Estatal Rímski Korssakov, em São Petersburgo, o uberabense Fernando Calixto costuma voltar a suas "terras adotivas" russas regularmente para concertos. Nessas viagens, ele também devolve um pouquinho do que aprendeu a jovens russinhos em master classes de tirar o fôlego.

Fonte: Divulgação

Em Ufá, por exemplo, onde o pianista esteve maio como solista da Orquestra Nacional da República da Bachquíria, deu uma aula à jovem russinha Ânia (apelido de Anna), de apenas sete anos de idade.

No vídeo acima, filmado pelo pai, Ânia toca a sonatina Friedrich Kuhlau op.55 n° 33, seguida de uma variação do tema da canção popular russa "Vdol po ulitse metelitsa metiot", de Aleksandr Diubiuk ("A tempestade de neve varre a rua", em tradução livre do russo).

"Fiquei muito impressionado com  a seriedade e maturidade do caráter da Ânia. Em questões pianísticas, impressionaram-me a liberdade com que ela toca o piano e como é responsável por um sonoridade plena, mesmo tendo apenas sete anos de idade", diz Calixto.

A aula foi organizada pela orquestra, que selecionou duas das crianças super dotadas que estudam na Escola Profissional de Música - uma delas, Ânia - para master classes com o brasileiro. A jovem é discente regular da professora Valentina Starikova.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook