Khorovod, a dança russa mais antiga

4 de janeiro de 2017 Dária Krilova, Gazeta Russa
Participantes dançam em círculos com as mãos dadas há séculos.
Khorovod
Khorovod na ilha de Kiji, na região da Carélia, a nordeste da Rússia. Foto: Iliá Timin/RIA Nôvosti

1.  Ritual inicialmente pagão

Khorovod significa, literalmente, "caminhar seguindo o sol". Inicialmente, essa antiga dança foi parte de um ritual pagão: a adoração a Iarilo, o poderoso deus do sol. Por isso, as canções e os movimentos eram lentos, expressando veneração e submissão. Eram, ao mesmo tempo, solenes, mostrando a grandeza do objeto adorado.

2.  Intitulado após perder sentido ritual

O nome foi dado à dança apenas após o século 16, ou seja, centenas de anos após a cristianização da Rússia. Então, já não era um ritual pagão, e sim uma diversão para a juventude com o objetivo de que futuros noivos e noivas se conhecessem.

Segundo o dicionário completo da língua russa de Vladímir Dal, do século 19, o khorovod era uma reunião da juventude rural ao ar livre para cantar e dançar.

3.  Outros nomes

A dança preferida do povo tinha muitos outros nomes: possolon, karagos, tanok, círculo, rua...

O próprio sentido da dança se ampliou, ganhou diversos significados em âmbitos como a etnografia, a história da arte e a fala popular. No sentido mais amplo, a palavra khorovos coincide com o conceito camponês da "rua" (caminha pela rua equivale a caminhar no "khorovod", não deixar alguém ir para a rua é não deixá-lo ir ao khorovod). A palavra designa os vários tipos de passatempos primaveris e de veraneio da juventude rural.

4.  Um jeito de encontrar o amor

Tradicionalmente, o khorovod começava com as meninas cantando no meio da rua. Pouco a pouco, essas eram cercadas por muitos moços jovens, muitas vezes com instrumentos musicais (acordeões, violinos, tambores), para atrair sua atenção.

Nos dias de festas e de feiras, as moças faziam o khorovod nas praças. Era frequente que um moço entrasse no círculo com um lenço e, ao final da canção, presenteasse a moça que mais lhe tivesse agradado.

5.  Peculiaridades regionais

Havia diferenças quanto aos detalhes do khorovod e os costumes a esse associados. No norte, eles se distinguiam pela sobriedade e decoro. Nas regiões centrais, o khorovod se caracterizava por sua alegria e despreocupação. Esse tipo de khorovod era sempre acompanhado por palmas, pisadas fortes e movimentos rápidos e enérgicos. No sul da Rússia, era famoso pelas danças desenfreadas, que às vezes se transformavam em atrevidas, caracterizadas pelos percursos intrincados e pela grande quantidade de gente que participava delas.

6.  A chefe do khorovod

O posto era dado à mulher mais alegre e animada do lugar, geralmente, já adulta. Essa dirigia todas as diversões, cantava, inventava novas coreografias para o baile.

7.  Padrões

O khorovod é geralmente de dois tipos: ornamental ou lúdico. Se não tiver tema ou personagens muito definidos, os participantes caminham em círculos e desenham figuras com outras pessoas de mãos dadas. Esse é o tipo ornamental. O conteúdo artístico desse tipo de khorovod, frequentemente, está relacionado a formas da natureza.

A relação entre a arte popular e a vida do povo, com suas canções e danças, contribuiu para criar diversos khorovod. Há coreografias de forma intrincada inspiradas em padrões ornamentais dos tecelãos, talhadores e pintores russos. E, na mão inversa, os finos padrões das prendas de encaixe, por exemplo, muitas vezes repetem as figuras do khorovod.

Jpa o khorovod de tipo lúdico sempre deve estar acompanhado de canções. Nesse tipo, existe um tema e intérpretes que, diante de mímica, danças e gestos, criam diversas imagens e personagens. Esses personagens são, frequentemente, animais terrestres ou aves. Nesse caso, os participantes do khorovod imitam seus movimentos e costumes.

8.  Criando a unidade

Algo que se mantém intacto com o passar dos séculos é que o khorovod cria um sentimento de unidade e de amizade. Os participantes se dão as mãos com força, às vezes com um só dedo, o mindinho, enquanto se movem um atrás do outro, mantendo um intervalo curto. Nesse momento, a multidão se transforma em uma unidade completa com uma finalidade: seja a oração ou a diversão.

+
Curta a "Gazeta Russa" no Facebook